• Uma verba para o marketing

    Há poucos dias um cliente me fez uma pergunta e resolvi compartilhá-la: Em porcentagem, qual é o ideal a ser reservado para marketing sobre o faturamento bruto da empresa?

    Uma pergunta bem complexa. Essa porcentagem varia para cada tipo de escola, seu porte, tempo de mercado, idade/penetração do produto,… entre outras questões.

    Reduzir uma questão […]

Depoimentos

"Meu Colégio pode ser dividido em duas fases: antes da Pólex e depois da Pólex."

Veja a opinião de quem já conhece nosso trabalho >>

O potencial do brincar está na criança, e não no brinquedo.

CURSO GRATUITO | A CULTURA DO BRINCAR NO SESC

Os conteúdos desse curso se referem aos projetos e programas da área de Educação para a Infância no Sesc, desenvolvidos a partir dos conceitos de educação não formal, convivência lúdica e cultura do brincar.

20, 27/02; 9, 13 e 20/03, com profissionais do Sesc São Paulo.

Inscrições apenas pessoalmente nas Unidades do Sesc de São Paulo.

 

Monte sua escola técnica

Meus amigos da Neweducation prepararam um novo seminário para quem quer montar uma escola técnica. E desta vez é em São Paulo. Veja abaixo as informações e como se inscrever.

Tema: Como Montar a sua Escola Técnica Aproveitando Salas de Aulas Ociosas

Data: Quinta Feira. Dia 07 de Fevereiro de 2013 (período da manhã).

Inscrições: clique aqui

Educação precoce

Educação precoce

Esta tira é do Fábio Coala, um quadrinista/ilustrador com ótimas sacadas para o cotidiano e que mantém o mentirinhas.com.br.

Para exercitar a criatividade

Para aqueles que atuam no marketing escolar, 29 dicas para se manter criativo! Esta é uma tradução livre das sugestões do Stock Logos.

  1. Faça listas.
  2. Leve seu bloco de notas para qualquer lugar.
  3. Tente as técnicas de escrita livre.
  4. Afaste-se do computador. Caminhe um pouco, faça algumas flexões, abdominais, exercícios de escritório ou medite se você tem acesso a uma sala silenciosa.
  5. Reconheça quando estiver errado, elabore um plano para melhorar, dê o primeiro passo em direção à mudança.
  6. Faça pausas. Pausas planejadas são melhores do que desvios inevitáveis ??de atenção. Tome uma bebida, chame um velho amigo, jogue algo no seu celular.
  7. Cante no chuveiro. Dance em sua cozinha. Recite um poema para seus amigos no almoço. Expressão criativa de todos os tipos motiva seu cérebro.
  8. Beba café. Coma uma maçã. Eles melhoram a velocidade das funções cerebrais.
  9. Ouça uma nova música. Assista a um filme diferente do seu habitual. Saia da sua zona de conforto.
  10. Esteja sempre aberto. Olhe com seriedade para novas ideias.
  11. Cerque-se de pessoas criativas e fique exposto a suas idéias e formas de pensar o mundo.
  12. Obtenha feedback. Seja humilde e aprenda com os outros.
  13. Colabore! Trabalhar com os outros pode trazer o melhor de todos. Competição e cooperação são dois grandes motivadores.
  14. Não desista. Aprimore o que for necessário e continue até sua ideia receber atenção.
  15. Prática, prática, prática. A pesquisa mostra que você precisa exercer uma profissão por 7 anos, em média, para ser o melhor na área.
  16. Permita-se cometer erros. Você nunca sabe onde irão levá-lo e como eles irão beneficiá-lo no futuro.
  17. Vá a algum lugar novo. Explore os limites saudáveis em tudo que você faz.
  18. Conte suas bênçãos. Seja grato pelo que você tem.
  19. Separe momentos de descanso. Lembre-se que você não é o seu melhor quando não dorme o suficiente.
  20. Assuma riscos.
  21. Quebre as regras. Incluindo as listados aqui.
  22. Não force. Algumas coisas são muito difíceis e não valem o esforço. Tente uma nova perspectiva.
  23. Leia uma página do dicionário. Ou pesquise a origem de palavras corriqueiras.
  24. Pinte um quadro. Devemos fazer coisas fora do caminho e dar espaço para a criatividade.
  25. Pare de tentar ser alguém perfeito. Crie seus próprios padrões para si mesmo.
  26. Tem uma ideia? Escreva. Tire-a do cérebro e abra espaço para mais novas idéias.
  27. Limpe seu local de trabalho.
  28. Divirta-se. Estar relaxado é a melhor maneira de ser bom no que faz.
  29. Termine algo. Obtenha um rápido sentimento de satisfação por completar uma tarefa.

Dicas aos pais na hora de contratar uma escola

Aproveitando o período de matrículas, a Proteste lançou em seu site a Cartilha do Estudante, com o intuito de dar dicas aos pais e estudantes na hora de contratar uma escola ou faculdade.

Visando formar um consumidor consciente de seus direitos e deveres, a cartilha abrange desde legislação até dicas para economizar com material escolar, uniforme e transporte escolar. Para as escolas, serve de modelo para oferecer um serviço de qualidade.

Livros digitais gratuitos

Ler é um santo remédio. Pelo menos eu acho. Traz conhecimento, diverte, distrai, ensina, estimula a criatividade e a imaginação, entre outras coisas. E se anda difícil comprar todos livros que você quer (afinal, nossos livros são em média os mais caros da américa latina) aproveite estes links para baixar livros em formatos digitais. E boa leitura!

Você encontrará títulos úteis aos alunos (clássicos da literatura e livros do vestibular), bem como à sua equipe (educação, pedagogia e gestão). Aproveite para melhorar sua escola.

Seminário “Como Montar a sua Escola Técnica”

Realizado no último dia 19, o seminário “Como Montar a sua Escola Técnica utilizando o Sistema de Ensino Neweducation” foi um sucesso!

Se você perdeu este Seminário, inscreva-se no próximo para o dia 23/11/2012. Clique aqui e inscreva-se.

Faça seu site ser encontrado

Atualmente a internet é o grande veículo de informação do mundo. Todo dia milhares de pessoas a utilizam em busca de informações diversas, desde uma pergunta para o trabalho de história até dados econômicos da última década. Essa realidade gerou uma corrida por “aparecer na web”, gerando grande concorrência. Como exemplo, se digitarmos a palavra “escolas particulares” no Google teremos 5.710.000 de resultados de sites com o conteúdo pesquisado.

Na sociedade altamente informatizada e tecnológica em que vivemos é fundamental a presença on line. E mais do que isso, ser encontrado no meio digital é primordial para garantir o sucesso da organização. Tornar um website “encontrável” passa por diversas técnicas, dentre as quais podemos destacar os Links Patrocinados.

Links Patrocinados são anúncios on line geralmente na forma de texto e que, através de um clique, conduzem o internauta (potencial cliente) ao site do anunciante. O sistema mais conhecido é o Adwords, do Google, que posiciona os anúncios na barra lateral direita da página de resultado de pesquisa, o chamado resultado pago.

O grande atrativo na utilização dos Links Patrocinados é a possibilidade de acompanhamento e análise dos resultados obtidos, por meio de diversos gráficos e estatísticas. Esse acompanhamento facilita o investimento estratégico na campanha.

Quer criar uma campanha para sua escola? Fale conosco!

Uma verba para o marketing

Há poucos dias um cliente me fez uma pergunta e resolvi compartilhá-la: Em porcentagem, qual é o ideal a ser reservado para marketing sobre o faturamento bruto da empresa?

Uma pergunta bem complexa. Essa porcentagem varia para cada tipo de escola, seu porte, tempo de mercado, idade/penetração do produto,… entre outras questões.

Reduzir uma questão complexa a um número único e mágico parece ser uma busca comum nessa nossa sociedade cartesiana. Porém ao final isso seria o mesmo que dizer aos nossos alunos “estude x horas todos os dias e você garantirá seu ingresso na faculdade”. Se fosse fácil assim, todos passariam sem maiores dificuldades.

Sabemos que nas empresas iniciantes temos que investir mais em sua divulgação, afinal elas não são conhecidas e é necessário mostrá-las ao mundo. Já naquelas que estão consolidadas no mercado o esforço para estar na mente do consumidor é menor, e consequentemente menor o investimento em marketing.

Da mesma forma, um mesmo percentual não pode ser aplicado às diversas escolas, sob o risco de todas terem o mesmo sucesso. O que você deve buscar são o bom senso financeiro e a qualidade nas suas relações com clientes.

Bom senso

Mas vamos pensar um pouco a respeito, para tentarmos chegar num valor.

Num fluxo de caixa temos o dinheiro que entra e o dinheiro que sai. Numa escola “entra”, principalmente, mensalidade. E “sai” despesas, custos e investimentos. Ou seja, os investimentos impactam no lucro e em diversos momentos temos que investir em melhorias na escola: reformas, compra de materiais, capacitação e marketing.

Isso mesmo, investir em marketing vai fazer você lucrar menos. Mas o bom empreendedor sabe que é nesses investimentos que está a longevidade da escola, sua capacidade de realizar por vários anos sua missão. Então o percentual deve garantir recursos, ao mesmo tempo, para a conquista de longo prazo e a sobrevivência de curto prazo.

Provavelmente a melhor solução é fazer a conta ao contrário. Faça uma lista com todos os gastos que fez em divulgação no último ano. Elenque as capacitações da equipe, folhetos impressos, anúncios em jornal, atualização do site, trabalho de designers, criação e arte-final, empresas de distribuição, brindes destinados aos visitantes, telemarketing ativo, etc. São centenas de possibilidades e cada escola terá suas especificidades.

Verifique quanto esse montante equivale ao valor bruto arrecadado no mesmo período, o último ano. Agora veja quantas matrículas você obteve, sempre no mesmo período. Isto te dará uma noção de quanto é necessário investir para se ter o mesmo número de novos alunos. Está contente com esse número? Não? E se você investir uma porcentagem maior? Aí será necessário olhar o fluxo de caixa para ver em quanto esse maior impacta nos investimentos e no lucro.

Pronto, agora você tem um percentual para te guiar e que garantirá investimentos para a divulgação. Sempre lembrando que esse valor deve ser investido ao longo de todo o ano, com alguns momentos precisando de mais dinheiro que em outros, mas mesmo assim uma verba anual.

Qualidade nas relações

Voltando ao exemplo do aluno, já definimos o “número de horas” de estudo. Mas temos que garantir a qualidade desse estudo. Da mesma forma, trabalharmos na qualidade de relacionamento com as famílias visitantes faz toda a diferença. Entenda o que elas estão procurando na sua escola, ofereça seus serviços como uma boa solução, apresente seus espaços com conteúdo, encante durante a visita e depois, durante o tempo que o aluno estiver matriculado em sua escola.

Também devemos manter a qualidade nas relações com as mídias. Aqui estou falando em encontrar as mídias que sejam adequadas para sua campanha. Devemos analisá-las, descartar as que não funcionam e fortalecer aquelas que trazem os melhores resultados.

O primeiro passo é manter um controle efetivo sobre o número de procuras pela escola e de efetivação de matrículas. As procuras normalmente são telefonemas, contatos por e-mail e visitas à escola, mas hoje também podem ser visitas ao site e comentários no blog da escola. O importante é acompanhar essas métricas.

Ao realizarmos uma campanha devemos ficar de olho se há alterações nos números e procurar a correlação com as mídias utilizadas. Será que o panfleto gerou mais telefonemas? O crescimento nas visitas se deve à divulgação no carro de som? Recebemos mais e-mails depois da campanha de Links Patrocinados?

A entrevista com a família visitante também é muito importante. Sempre devemos perguntar como elas conheceram a escola e anotar suas respostas.

Cruzar as correlações entre mídias, procuras e citações espontâneas de anúncios nos ajudam a entender quais estão surtindo efeito em nossa campanha, facilitando nossas decisões sobre quais manter, onde aplicar mais e deixa margem para novas experiências.

Um forte abraço.

Precisamos ampliar o gosto pela leitura.

Estudo coordenado pela socióloga Zoara Failla aponta queda no número de leitores no Brasil! De sete anos para cá houve queda de 9{96ec5795f76e0318a713944ad8681e03a5901d05da71f9304f72925ba93dca81}: é como se hoje metade da população não lesse nem um livro por ano.

Como resolver esta situação? Em entrevista ao ‘Alô, Professor’ do Instituto Ciência Hoje ela dá algumas dicas, que passam por campanhas governamentais, incentivo dos professores e pais, presentear com livros e até exemplos de celebridades. Confira uma das questões levantadas:

‘Alô, Professor’: A pesquisa aponta que o número de pessoas que preferem ver TV e navegar na internet nas horas de lazer vem aumentando. Como fazer para o livro ser também uma forma de entretenimento? 
Zoara Failla: Primeiro, entendo que a internet e a TV não roubam leitores. As pessoas que vão navegar na internet ou ver TV não desenvolveram o hábito de ler por prazer. E isso, sem dúvida, começa na escola. As escolas em geral não desenvolvem práticas de leitura. Na verdade, o que se faz é apresentar a leitura como tarefa, como a obrigação que o estudante terá quando sair da escola. Toda a questão começa com o despertar do interesse pela leitura.